• Admin

Sobre a ordem



Ordem do Lotus Negro

" O vento sopra aonde quer..."

"É necessário que tenhamos olhos para ver, e ouvidos para ouvir."

A Ordem do Lótus Negro (O.L.N) é uma Escola da Tradição Oculta Iniciática que trabalha principalmente com as correntes kemética, xamânica, hermética e tântrica dos Mistérios. Seu objetivo maior é auxiliar seus membros a entrar em contato com as Altas Hierarquias de Luz, para obterem elevação da consciência, proteção espiritual, magnetismo pessoal e abertura de caminhos.

Um curso supervisionado à distância (online) é oferecido pela ordem, o que constitui etapa preparatória antes da Iniciação. O curso envolve cerimoniais, meditação e conhecimento (gnose) como habilidades básicas necessárias para a Grande Obra empreendida por aqueles que buscam o Sacerdócio em Alta Magia.

A O.L.N é também uma fiel depositária do Culto da Jurema Sagrada (ou Catimbó-Jurema), uma tradição espiritual de origem xamânica que surgiu entre as tribos que povoavam o nordeste brasileiro. O culto sobrevive desde tempo pré-históricos e seus Mistérios estão preservados no Tuyabaé-Cuaá, a sabedoria dos velhos Payes, onde a Jurema ou Yurema (árvore da família das acácias) é venerada como incorporação do Eterno Feminino.


A Ordem do Lótus Negro (O.L.N.) é também chamada de Ordem Esotérica de Luxor por sua ligação ou conexão com a extinta Sociedade Hermética de Luxor ( H.B.of L.) da qual recebemos a transmissão de nossa linhagem (no espírito, senão uma linhagem direta). A Sociedade Hermética de Luxor (Hermetic Brotherhood of Luxor), por vezes denominada de Fraternidade Hermética da Luz, foi uma organização ocultista iniciática que se tornou pública no final de 1894, embora de acordo com um documento oficial a ordem começou seu trabalho em 1870. Parece existir uma continuidade ou conexão com o Rito Maçônico-Egípcio de Cagliostro (1743-1795) através de seus sucessores. Seja como for, a Sociedade Hermética de Luxor apareceu em Boston no início do século XIX, tendo desempenhado um papel importante na difusão desse complexo movimento esotérico, que se costuma englobar na palavra rosa-crucianismo. A ordem trabalhava com uma fusão entre os mistérios egípcios, hindus e maçônicos e antes do erguimento da Hermetic Order of the Golden Dawn em 1888, a H.B.of L. era a única ordem que ensinava ocultismo prático na Tradição de Mistérios Ocidentais. Entre seus membros – muitos deles não abertamente declarados - estavam um grande número de ocultistas, espiritualistas e teosofistas tais como : Max Theon, Helena Blavastsky, Paschoal Randolph, Eliphas Levi, Papus (Encausse), Franz Hartman, Bulwer-Lytton etc

Os objetivos gerais da O.L.N são: 1-Desenvolver um centro elevado, encarregado de zelar pela conservação da Sagrada Chama Mística do Ocultismo através do estabelecimento de templos ou células operativas em todo território nacional.

2- Oferecer um núcleo de estudos dos diversos fenômenos do ocultismo, nos seus aspectos religioso, filosófico e científico através da realização de práticas místico-ritualísticas.

3- Iniciar homens e mulheres no sacerdócio-magista, conduzindo-os no despertar de seus centros psíquicos superiores. Estes sacerdotes irão servir a humanidade nesta transição da era de Peixes para a nova era de Aquário.

O termo "sacerdote" é utilizado (como no Egito Antigo) em sentido abrangente, sem relação com o sexo, mas referindo-se à capacidade e responsabilidade da pessoa nos Mistérios.


Graus Iniciáticos

O iniciado na O.L.N busca estabelecer um alinhamento de sua Personalidade (unidade de uma encarnação) com seu Eu Superior, chamado pelos gregos de Augoeides e na Índia de Bhavajananda ou Adi-Buddha, a raiz da Iluminação. Somente ancorando a sabedoria do seu Eu Superior o iniciado pode estabelecer um elo invisível com seres espirituais de Alta Hierarquia, para depois exercer domínio e comandar as entidades inferiores em proveito de seus objetivos.

​Nós seguimos o "caminho antigo" que nos foi transmitido por nossos irmãos ancestrais (Mestres e Guias) nós os chamamos de "Guardiões da Tradição" mas em outros tempos Eles também ficaram conhecidos como os Sentinelas, os Imortais, os Vigias, os Filhos de Set e mais recentemente como Mestres Ascensionados. Todos fazem parte da Hierarquia de Mestres da Grande Fraternidade Branca (que no presente não está manifestada sobre a Terra), constituída, em parte, daquelas almas altamente desenvolvidas que atingiram aquele estágio do caminho da evolução espiritual que lhes confere a qualidade de Inteligências Orientadoras para o aperfeiçoamento da evolução da Terra e de sua humanidade.

A ordem trabalha com apenas quatro (04) graus iniciáticos: Neófito, Peregrino, Adepto e Mestre do Templo. ​

1) Grau de Neófito, relacionado ao Anteplano Etérico de Assiah - Ponte entre o Plano Físico e o Astral. Seu símbolo sagrado é o Touro e o elemento é a Terra.​

2) Grau de Peregrino, relacionado ao Anteplano Angélico de Yetzirah - Ponte entre o Plano Astral e o Plano Mental. Seu simbolo sagrado é a Águia e o elemento é a Água.​

3) Grau de Adepto, relacionado ao Anteplano Arcangélico de Briah - Ponte entre o Plano Mental e o Divino. Seu simbolo sagrado é o Anjo e o elemento é o Ar.

4) Grau de Mestre do Templo, relacionado ao Plano Divino ou Arquetípico de Atiziluth. Seu símbolo sagrado é o Leão eo elemento é o Fogo.​

No grau de Mestre do Templo o aluno pode evoluir dentro da Ordem e seguir uma carreira de Sacerdote de Iniciação ou de Sacerdote de Ensino como preferir. Como sacerdote ele recebe um treinamento completo no Rito Egípcio Kabalístico.

Neste nível (sacerdotal) o iniciado é agraciado com o título de Epoptae dos Iluminati ou Ptáh. Aqui começa o verdadeiro trabalho em Alta Magia. Como um Ptáh ele também domina a Teurgia do Fogo Criador sendo um demiurgo ou criador de planos ou universos mágicos, que interagem com o mundo tridimensional que habitamos. No Laboratório do Espírito Santo ou Terceiro Logos (Kundalini Cósmica) ele realiza a divina alquimia do Demiurgo, do Ptáh dos egípcios, do Vulcano da mitologia greco-romana, que é a base de nosso universo material.


Os quatro graus iniciáticos da Ordem do Lótus Negro formam, em seu conjunto, o Hayot Ha Kodesh, as Quatro Criaturas Sagradas do Carro da Mercabah de Ezequiel: Águia, Touro, Leão e Anjo (que não é senão o Querubim ou Serafim, a Serpente de Fogo Alada). Esses quatro animais, em verdade, são os símbolos dos Quatro Elementos da Natureza e lembram as estátuas típicas que guardavam os Palácios dos Reis da Babilônia. Correspondem também, física ou materialmente, as quatro constelações que formam, por assim dizer, o séquito ou cortejo do Deus Solar e que ocupam os quatro pontos cardeais do círculo zodiacal. A simbologia dos Quatro Animais Sagrados é tão pagã e antiga como a dos egípcios ou a dos caldeus.

A filiação na Ordem do Lotus negro pode ser realizado à distância. Após sua filiação o aluno recebe o grau de Aprendiz e passa a ter acesso via internet aos ensinamentos privados da ordem. Ele também participa de um curso de Alta Magia do Lotus Negro e no final do mesmo é admitido no círculo interno da ordem. O curso é realizado à distância através de uma plataforma virtual e é dividido em módulos de aprendizagem.

A O.L.N não é uma fraternidade ocultista na acepção comum. Nosso objetivo é proporcionar um veículo para que grupos e pessoas se reúnam para realizarem cerimoniais teúrgicos e celebrar os festivais místicos da ordem. A teologia mística da O.L.N. não segue um livro sagrado e nem possui dogmas centrais, no sentido de «verdades absolutas», apenas normas místicas e diretrizes gerais que fundamentam os princípios filosóficos e espirituais de seus membros.

Origem de nossa Santa Ordem

Muito embora a ordem já fosse operativa desde 2008 foi somente a partir a partir de 2012 que os membros do círculo interno buscaram meios de trazer a público algo de seus ensinamentos ocultos. Em 2012 a O.L.N iniciou uma nova fase dos trabalhos de seu círculo interno na cidade de Niteroi (R.J). Este foi o ano que marcou o alinhamento galáctico entre o nosso Sol e o Sistema Solar com o centro de nossa galáxia (Via Láctea). Ficou decidido que a ordem teria que oferecer uma forma de treinamento magístico à distância para que fosse acessível a todos, visto que até então a ordem só funcionava na forma presencial. Desde a sua fundação a O.L.N atuou como um verdadeiro campo egregórico capaz de atrair pessoas com interesses e origens esotéricas variadas. Alguns de seus membros mais antigos vinham de ordens neo-templárias e rosacrucianas, outros de tradições bruxais familiares e tinham aqueles que eram praticantes de religiões afro-brasileiras e ameríndias.


Após muito planejamento e dedicação a Ordem do Lotus Negro surge em 2016 como uma moderna tradição esotérica aberta ao público e aos verdadeiros interessados sobre o misticismo e ocultismo práticos. Um curso supervisionado de Alta Magia é oferecido pela ordem. O curso é realizado à distância através de uma plataforma virtual e é dividido em módulos de aprendizagem, envolve meditação, práticas ritualísticas e energéticas como habilidades básicas necessárias para a grande obra empreendida por Iniciados no Sacerdócio Magístico. Este curso constitui etapa preparatória para iniciação nos Mistérios do Lótus Negro.


204 visualizações1 comentário

CNPJ: 27.312.788/0001-28

© 2015 by Ordem do Lotus Negro.