• Admin

Sobre a O.L.N

Atualizado: Out 25



Ordem do Lotus Negro


"É necessário que tenhamos olhos para ver, e ouvidos para ouvir."

Quem somos:

A Ordem do Lótus Negro (O.L.N) é uma ordem mágico-teúrgica orientada para o treinamento e iniciação em Alta Magia. Somos uma fraternidade ocultista privada e não afiliada a nenhuma outra organização, seja esotérica, religiosa ou política. A ordem opera através de um regime de Clã familiar, sendo composta por um grupo seleto de sacerdotes e sacerdotisas alinhados com os próposito da ordem. A Ordem do Lotus Negro foca-se nos cerimoniais de Alta Magia, na sua forma e propósito original, em sua busca de elevação da alma humana à sua própria divindade interior. Isso é realizado por meio de práticas rituais e cerimoniais que visam transcender a mente racional e participar da Mente mais profunda que permeia todo o mundo sensível. Essa Mente Profunda ou Divina (Nous) projeta suas ideias ou pensamentos na Alma do Mundo (Anima Mundi) que está sob a influência direta de Deus, isto é, do Nous. É tarefa do estudante de Alta Magia harmonizar-se com a Divindade da Alma do Mundo colocando-se acima do destino, exercendo domínio sobre si mesmo e, por conseguinte, sobre o seu futuro.

Nesse processo de domínio sobre si mesmo os membros e iniciados da Ordem buscam alinhar-se com os Seres de Alta Hierarquia, para exercer domínio e dirigir as Hierarquias Inferiores em proveito de seus objetivos.


A base da ordem são cerimônias de iniciação onde o aluno é conduzido do mundo profano ao espiritual através de ritos e símbolos que culminam com o encontro de seu Eu Superior chamado pelos gregos de Augoeides e na Índia de Bhavajananda ou Adi-Buddha, a raiz da Iluminação. Somente ancorando o Eu Superior o iniciado pode estabelecer um elo invisível com seres espirituais de Alta Hierarquia e cumprir sua Lenda Pessoal ou destino (conhecido no ocultismo thelêmico como Verdadeira Vontade)

É invocando poderes espiritualmente mais elevados que o homem exerce domínio sobre as forças cegas da natureza.


O sistema de Alta Magia da O.L.N forma, em seu conjunto, um amálgama de práticas esotéricas derivadas de quatro tradições principais:

1- Kabbalah Teúrgica.

2- Tantrismo Himalaico.

3- Misticismo egípcio.

4- Feitiçaria Grimorial.


A Ordem não envereda pelos caminhos da magia negra ou de qualquer outro culto do qual possam advir resultados perniciosos. Nossas práticas esotéricas seguem o caminho do hermetismo ético e visam diferentes objetivos como vidência e cristalomancia ritual, elaboração e consagração de talismãs, exploração de universos paralelos e conjuração de criaturas espirituais à maneira das Clavículas de Salomão.

A ordem também uma fiel depositária do Culto da Jurema Sagrada (ou Catimbó-Jurema), uma tradição espiritual de origem xamânica que surgiu entre as tribos que povoavam o nordeste brasileiro. O culto sobrevive desde tempos pré-históricos, até os dias de hoje, passando por diversas elaborações e adaptações feitas por seus discípulos. Os Mistérios da Jurema Sagrada estão preservados no Tuyabaé-Cuaá, a sabedoria dos velhos Payes, onde a Jurema ou Yurema é venerada como incorporação do Divino Feminino. Aliás a Jurema é uma árvore da família das Acácias, uma das árvores sagradas do simbolismo iniciático. Sua madeira era reputada como incorruptível, idêntica ao carvalho e ao sândalo. Outrora era dedicada a Hermes-Mercúrio assim como a Acácia Nilótica (egípcia) era dedicada a Isis.

Por sua vez Tuyabaé-Cuaá era, precisamente, a tradição mais oculta, conservada através dos milênios, de Payé a Payé, ou seja de Mestre a Mestre, de Mago a Mago, a qual conjugava todos os conhecimentos mágicos, terapêuticos (o caa-yary), fenomênicos, espiritistas, ritualísticos, religiosos etc.


O que nós não somos?


Não somos uma ordem exclusivamente à distância Nossos ensinamentos são transmitidos de forma semi-presencial. Isso significa que uma parte de nossos ensinamentos é realizado à distância, e outra apenas presencialmente. Assim que fique claro que para aqueles que tem intenção de iniciar-se torna-se é imprescindível o comparecimento a sede da ordem. O treinamento iniciático e graus da ordem são facultados por escalas, e requerem um verdadeiro esforço pessoal. A Ordem foca-se em uma linhagem de iniciação sacerdotal «sampradāya» que confere a seus membros a conexão com a Alta Hierarquia Oculta ao qual estamos ligados. Os verdadeiros mistérios de nossa ordem são considerados gupta-vidyâ (conhecimento secreto ou oculto) e são transmitidas dentro do sistema parampara, o que define uma tradicional sucessão de mestres e discípulos, onde a gnose (conhecimento) é passado, sem ser diluído, através de iniciações presenciais e transmissão oral.


Não somos uma ordem aberta a todos os interessados


Não buscamos adeptos ou seguidores. Somos uma Irmandade Ocultista que precisa de qualidade e não de quantidade de pessoas para formar nosso corpo sacerdotal. Por conseguinte, a ordem não é uma organização aberta a membros que se inscrevem e pagam uma taxa mensal. O programa da ordem para atrair candidatos ao sacerdócio estabelece que as pessoas devem ser convidadas, e isso só ocorre após um período de preparação e admissão a ordem. As excessões a esta regra exigem decisões especiais do conselho diretor da ordem.

Não somos uma ordem dogmática Os Mistérios Ocultistas de nossa ordem não se baseiam em um livro sagrado ou em revelações proféticas. Também não possuimos dogmas centrais, no sentido de «verdades absolutas», apenas normas místicas e diretrizes gerais que fundamentam os princípios filosóficos e espirituais de seus membros. Aos membros é dada a liberdade de interpretar os fenômenos mágicos e espirituais de suas vivências ocultas, conforme a sua subjetividade ou crenças pessoais.


Não somos uma ordem assistencialista


Afiliação a ordem não é indicada para quem procura obter solução para os seus problemas seja eles de natureza material, sentimental ou social. Entretanto para casos que pedem certa urgência como: abertura de caminhos, quebra de maldições, trabalhos anti-demanda, magia negra etc. nós fornecemos atendimentos espirituais à distância e presenciais. Se porventura este for o seu caso entre em contato conosco para obter maiores informações.

Não somos uma ordem que ensina ou realiza Rituais de amarração, destruição de inimigos, separação de casais, evocação de entidades para prejudicar alguém ou coisas egóicamente similares. Se é isso o que procura, está no local errado. E quem faz isso, e se diz Mago, sinto muito em dizer, mas está mentindo.

Formas de filiação


Modo à distância A filiação à distância ocorre através do curso de Alta Magia ou através da indicação dos fráteres e sorores da ordem. Após sua filiação o aluno recebe o grau de Aprendiz e passa a ter acesso via internet aos ensinamentos privados da ordem. O principal deles é o curso de Alta Magia. Este curso constitui etapa preparatória antes da iniciação formal. O curso envolve cerimoniais, meditação e conhecimento (gnose) como habilidades básicas necessárias para a Grande Obra empreendida por aqueles que buscam o sacerdócio magista. Os nossos cursos servem como veículo externo de transmissão dos ensinamentos da ordem.


Modo presencial

Deverá procurar o Templo Sede ou uma de nossas filiais. Se for de seu interesse ser iniciado o candidato será submetido a uma entrevista, realizada por um líder ou representante da ordem. Caso seja aprovado, o candidado torna-se um membro do Círculo Externo da Ordem e recebe o grau de Aprendiz.

Em ambos os casos (à distância ou presencial) o candidado permanece no mínimo seis meses no grau de Aprendiz antes de poder avançar para o grau seguinte (Peregrino). Para que isso seja possível o candidado escreve uma solicitação para a diretoria da ordem pleiteando sua admissão e iniciação ao grau superior. Sua solicitação é então avaliada e se o conselho da ordem acatar a solicitação ( é realizado um pleito de admissão) o aluno é convidado a ser formalmente iniciado e participar do círculo interno. Ele tem então que comparecer em data previamente agendada para o ritual de iniciação ao grau de Peregrino.


Os objetivos gerais da O.L.N são:

➤ Iniciar homens e mulheres na Magia Sacerdotal (a própria Teurgia ou Alta Magia) conduzindo-os ao despertar de seus centros psíquicos superiores. Estes sacerdotes irão servir a humanidade nesta transição da era de Peixes para a nova era de Aquário.

➤ Estabelecer um contato com a Alta Hierarquia do Mundo Espiritual para obter elevação da consciência, proteção espiritual, magnetismo pessoal e abertura de caminhos.

➤ Oferecer um núcleo de estudos dos diversos fenômenos ocultos e paranormais, nos seus aspectos religioso, filosófico e científico através da realização de práticas místico-ritualísticas.

➤Desenvolver um centro elevado, encarregado de zelar pela conservação da Sagrada Chama Mística do Ocultismo através do estabelecimento de templos ou células operativas em todo território nacional.

*O termo "sacerdote" é utilizado (como no Egito Antigo) em sentido abrangente, sem relação com o sexo, mas referindo-se à capacidade e responsabilidade da pessoa nos Mistérios.


A Ordem do Lótus Negro (O.L.N.) é também chamada de Ordem Mística do Templo de Luxor por sua ligação ou conexão com a extinta Irmandade Hermética de Luxor ( H.B.of L.) da qual recebemos a transmissão de nossa linhagem (no espírito, senão uma linhagem direta). A Sociedade Hermética de Luxor (Hermetic Brotherhood of Luxor), por vezes denominada de Fraternidade Hermética da Luz, foi uma organização ocultista iniciática que se tornou pública no final de 1894, embora de acordo com um documento oficial a ordem começou seu trabalho em 1870. Parece existir uma continuidade ou conexão com o Rito Maçônico-Egípcio de Cagliostro (1743-1795) através de seus sucessores. Seja como for, a Sociedade Hermética de Luxor apareceu em Boston no início do século XIX, tendo desempenhado um papel importante na difusão desse complexo movimento esotérico, que se costuma englobar na palavra rosa-crucianismo. A ordem trabalhava com uma fusão entre os mistérios egípcios, hindus e maçônicos e antes do erguimento da Hermetic Order of the Golden Dawn em 1888, a H.B.of L. era a única ordem que ensinava ocultismo prático na Tradição de Mistérios Ocidentais. Entre seus membros – muitos deles não abertamente declarados - estavam um grande número de ocultistas, espiritualistas e teosofistas tais como : Max Theon, Helena Blavastsky, Paschoal Randolph, Eliphas Levi, Papus (Encausse), Franz Hartman, Bulwer-Lytton etc


1,935 visualizações1 comentário

CNPJ: 27.312.788/0001-28

© 2015 by Ordem do Lotus Negro.